Monday Tracks #23 e #24 e trabalho na Alemanha

UNSPECIFIED - UNDATED: In this handout image made available on March 1, 2007 by MTV, members of the band Red Hot Chilli Peppers poses for a portrait shoot. Red Hot Chilli Peppers were announced as one of the nominees for the MTV Australia Video Music Awards 2007, which take place in Sydney on April 29 at the Acer Arena.  (Handout Photo by MTV/Getty Images)
Handout Photo by MTV/Getty Images

Aeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!

Segunda de novo! Que lindo! Que alegria!

* Nossa, Pam! Quanta animação numa segunda-feira que foi nublada e seguida pelo fim da temporada de Game of Thrones!*

Mas a razão é uma só e a mesma que fez eu me ausentar das redes sociais nos últimos dias:

TÔ TRABALHANDOOOOOOOOOOOO!

Já no começo do ano eu já tinha começado a mandar alguns currículos por aqui e não havia sido respondida .

Regularmente recebo e-mails ou perguntas na página do blog perguntando como se faz ou como é arrumar emprego por aqui.

A resposta é muito simples: Difícil como em qualquer lugar do mundo.

Quando a gente muda de país e tem que recomeçar a vida literalmente do zero, é muito difícil se sentir confiante o suficiente pra brigar num mercado de trabalho até então desconhecido.

Pelo menos no meu caso, a insegurança era até então o meu principal empecilho.

Fosse no idioma, na falta de formação, no próprio desconhecimento de direitos trabalhistas e o principalmente o medo de ter um tratamento diferenciado ( e nisso digo pior) por ser imigrante.

A dica que eu dou pra quem tem dúvidas sobre o assunto é: procurar, procurar um pouco, procurar mais ainda, ter um visto de permissão de trabalho e não se deixar abater!

Vagas em aberto existem aos montes, mas o complicado mesmo é achar uma que  você se sinta confiante em se candidatar e principalmente em  manter-se nela.

Não posso dizer que existe uma regra ou um passo a passo eficaz pra conseguir arrumar trabalho por aqui, até mesmo porque as variáveis são muitas.

Mas quanto melhor for o seu conhecimento do idioma, maiores serão as chances de conseguir uma vaga bacana.

Quando cheguei aqui fiz tarefas bem simples: faxina, ajudante de cozinha, babá.

Todas razoavelmente bem remuneradas e nem de longe vistas com desdém pelas pessoas, ao contrário de algumas cabecinhas do Brasil, que quando eu contava o que fazia já colocavam logo uma carinha de bunda em cena.

Mas aqui com os “Limões” o que realmente conta é que você tenha uma ocupação e não importa realmente qual seja, sendo esse  inclusive o primeiro assunto citado em qualquer conversa que se tem por aqui.

*O que você faz? Qual a sua ocupaçao?*

Mas até pra isso, você precisa ter um conhecimento pelo menos básico da língua.

Um resumo muito mais completo dessa experiência em busca de um trampo em terras germânicas tá nesse vídeo aqui embaixo do Canal Alemanizando, onde eles explicam realmente todos os detalhes de como funcionam as coisas por aqui nesse quesito.

 

E voltando pro meu novo trabalho, eu escolhi a música da semana justamente pensando nele, já que eu não só arrumei um ganha pão, como também realizei um sonho de infância, que era trabalhar num parque de diversões.

E não é um parque qualquer não, é simplesmente o oitavo maior parque de diversões e resort da Europa.

Hoje completo exatamente uma semana de parque, o que até agora rendeu muita risada, muito desespero pra me localizar dentro dele, um treinamento que incluiu passar uma manhã andando nos brinquedos e o alivio de ter finalmente uma graninha pintando no final do mês,como também a acerteza de muitos impostos sendo descontados sem dó pelos cofres da Dona Merkel!

Mas tudo bem, tô feliz por essa parte também, afinal de contas isso me faz finalmente uma cidadã colaboradora nessa terra de gigantes.

Lá no parque o meu trabalho é fazer atendimento aos clientes, vendas, resposição de mercadorias e também susbstituição dos caixas quando os mesmos tiram hora de almoço.

Isso faz com que eu tenha que andar o parque inteiro o tempo todo, já que as lojas ficam em partes separadas. Mas também faz com que eu me divirta muito e sempre possa ver o pessoal aproveitando o dia também.

Até agora minha função favorita é ficar nas lojas das montanhas russas e vender aquelas fotos maravilhosas ( só que não) que a gente pode comprar no final. Tipo essa:

182811_10151434524031517_1856861238_n

Mesmo sendo um trabalho quase exaustivo, eu confesso que tô muito feliz em ter a  oportunidade de fazer parte de algo tão grande e ao mesmo tempo importante, já que a visita ao parque é muitas vezes a realização de um sonho de muito tempo para alguns visitantes.

E tem coisa melhor que trabalhar num lugar que faz tanta gente feliz?

Pra coroar meu amor pelas montanhas russas, hoje eu dou o play com Red Hot Chili Peppers com Love Rollercoaster pra encerrar essa segunda e dar o nosso start semanal com musiquinhas legais!

Um beijo bem grande pessoal e até mais ( provavelmente com o post da Holanda que eu fiquei devendo)! Esqueci não, rá! Hahahahahha

 

* O Monday Tracks é uma blogagem coletiva criada pelo blog Idéias Sortidas*

 

 

24 thoughts on “Monday Tracks #23 e #24 e trabalho na Alemanha

  1. Renata Maccari Telles 15 de junho de 2015 / 23:29

    Adorei ler seu post, Pamela. Estou passando pelas mesmas inseguranças que você mencionou em minha busca por trabalho aqui na França, então parabéns pelo novo emprego e obrigada por me deixar um pouco mais esperançosa. 🙂

    Curtir

    • pammiksch 17 de junho de 2015 / 22:00

      Muito obrigada, Re!
      Eu torço muito pra que a sua situação se resolva até mais rápido que a minha!
      A gente não pode é desanimar!
      Muito boa sorte! Tô aqui torcendo!+
      Beijos ❤

      Curtir

  2. Frau Von Wermke Dier Zweite 16 de junho de 2015 / 0:01

    Parabéns Pamela, qualquer conquista aí já é válida, mas fazer o que se quer ou dar prazer é muito melhor. Me senti assim quando comecei a dar aula no Berlitz com 6 meses de Alemanha!È uma sensação muito boa, pois eles exigem comprometimento, seriedade e conhecimento intermediário, pelo menos , da língua. Muito feliz por vc! E os impostos…fucking impostos kkkk É aquelke bla bla bla da classe (depende de qual é o seu marido), mas vejo o $$$$ voltando nas obras (olha as estradas no verão, coisa mais irritante!!!kkk). Bjim, se cuida, cabeça erguida e vá em frente, gosto muito de vc e torço muuuuuuuuito por vcs!

    Curtir

    • pammiksch 17 de junho de 2015 / 22:01

      AWnnnn Katia!!
      Fiquei com pipi nos olhos agora!!
      Muito obrigada por tudo, desde o comecinho vc sempre me deu força e me ensinou muito!
      Um beijo grande pra você! ❤

      Curtir

  3. Lua Virada 16 de junho de 2015 / 1:18

    Parabééééééns Pamela! Tou muito feliz pela sua conquista! Eu sei que dizer que “não é fácil” é muito pouco para descrever todos os perrengues que a gente passa para conseguir o primeiro emprego! Muito bom mesmo! E obviamente você acertou em cheio na escolha da música, Red Hot é demais! 😉

    Beijão

    Curtir

    • pammiksch 17 de junho de 2015 / 22:04

      Poxa, Li!
      A gente conversava sobre isso e eu acho que dava pra perceber que eu tava quase beirando o desespero!
      Mais do que a situaçao financeira, o meu lado emocional tava muito debilitado, porque eu me sentia sem utilidade mesmo, sabe?
      Parecia que nunca sairia daquela inércia!
      Mas agora tudo vai mudar e pra melhor, eu espero!
      Eu só tenho a agradecer por toda força e inspiracao que recebo de você!
      te adoro! Brigada mesmo! Beijos! ❤

      Curtir

  4. Ana 16 de junho de 2015 / 5:41

    Parabens Pam! Arrasa ai no parque. Eu tb tô procurando um trampo, sei que na minha area esta bem dificil, mas estou enviando para as lojas de shopping mesmo até o dia que eu encontrar alguma coisa na minha area, o importante é nao ficar parada me sentindo uma inutil.
    Boa sorte ai. O bom do seu blog é que sempre tem musica boa, Red Hot rocks. Bjo

    Curtir

    • pammiksch 17 de junho de 2015 / 22:06

      Brigada, Ana!
      Antes de qualquer coisa, tô muito, muito feliz q vc voltou a escrever!
      Senti muitas saudades!
      E sim, como você falou, o importante é nao ficar parad e se sentir útil e era justamente isso que me faltava!
      Tô muito feliz mesmo! ❤

      Curtir

  5. sueli 16 de junho de 2015 / 14:59

    Que bacana Pamela com certeza você tera sucessooooo. Como você disse é cansativo mas deve ser bem legal pois as pessoas estao felizes e realizando um sonho que as vezes demorou um pouco por ter juntado dinheiro e feito a viagem tao sonhada, quando trabalhei em agencia de turismo compartilhei muito aquele brilho no olhar desses sonhos realizados. Como é o nome do parque que você está? Bjão

    Curtir

    • pammiksch 17 de junho de 2015 / 22:08

      Muito bom e gratificante né, Sueli?
      Eu recebo cada sorriso tao gostoso no meu dia a dia que só isso já me dá maior gás pra trabalhar!
      O nome do parque é Phantasialand!
      Depos dá uma olhada na internet!
      Um beijo e brigada pela força sempre!! ❤

      Curtir

  6. Cassia 16 de junho de 2015 / 23:06

    Como assim Pamela. Acho que preciso te visitar no trabalho… Que delicia!!! Desejo muita diversão, aprendizado e boa remuneração pra vc. Que esse trabalho seja pra você uma porta para oportunidades e felicidades!

    Curtir

    • pammiksch 17 de junho de 2015 / 22:08

      Amém,Cá!!
      Vem me visitar sim, pra gente poder brincar por lá!
      Vou te esperar!
      Muito obrigada por todo o apoio e força!
      Um beijo grandão pra você!!

      Curtir

    • pammiksch 17 de junho de 2015 / 22:09

      Obrigada Stephanie!!
      Eu tenho certeza que o seu dia também vai chegar, assim como foi comigo!
      Nao desanime mesmo!
      Vai dar tudo certo!
      Um beijo grande! ❤

      Curtir

  7. Bárbara Hernandes 17 de junho de 2015 / 10:52

    Aê!!!! Fiquei muito feliz com esse post, Pam! Parabéns! Que bom que você tá trabalhando num lugar bacana e que está feliz! Haja perna pra andar tanto assim, né? Eu confesso que não sou a maior fã de parques de diversões porque tenho medo de altura e acabo não aproveitando os brinquedos, mas concordo que a atmosfera do lugar é muito gostosa mesmo. Desejo tudo de melhor pra você e que tudo dê certo! Há muitos estrangeiros visitando o parque ou são, em sua maioria, alemães?

    Curtir

    • pammiksch 17 de junho de 2015 / 22:12

      Muito obrigada pelo apoio e pela torcida,Bá!
      Tô muito feliz mesmo!
      Lá nós recebemos pessoas do mundo todo, porque também temos dois hotéis de 3 e 4 estrelas!
      Recebemos principalmente muitos holandeses, árabes, ingleses e chineses!
      Tô adorando trabalhar lá!
      Também tô feliz de poder finalmente ter uma graninha pra planejar minha visita à Irlanda e quero muito, muito te ver quando for!
      Beijo grande!

      Curtir

  8. Ana Schuller 17 de junho de 2015 / 22:56

    Parabéns mais uma vez pela grande conquista, amiga! Você é merecedora de tudo de bom que te acontece! Sempre aqui torcendo por ti! Curta muito seu trabalho e espero que faça muitos amigos novos! Super beijo!

    Curtir

  9. livhamburg 30 de junho de 2015 / 18:28

    Parabéns pelo emprego! Eu também passei por todas as dificuldades que você descreveu, sei que não é nada fácil. Divirta-se nessa nova jornada 😀

    Curtir

  10. Glaucia 16 de julho de 2015 / 12:11

    Oi, Pamela!

    Tô aqui totalmente fora do assunto da página, mas com vontade de entrar em contato e dar os parabéns pelo emprego, claro!

    Acabo de ver o vídeo “Preconceito racial na Alemanha”. Fiquei pensando uma coisa: algumas estações têm câmera e muitas vezes o pessoal que trabalha na estação avisa ao pessoal das estações seguintes quem não pagou. Isso é óbvio se a pessoa tentou comprar o bilhete e não conseguiu. Talvez tenha sido este o motivo pelo qual os controladores foram diretamente em você e não em outros. Eles já sabiam de antemão que você não tinha o bilhete. É uma hipótese.

    Não quero dizer que não haja racismo. Como você mesma disse há e em toda parte. Mas às vezes julgamos algumas atitudes pelo nosso desconhecimento de como funcionam as coisas. Na mentalidade alemã não existe justificativa para a não compra do bilhete. Se você não conseguiu, deveria ter esperado o próximo trem (é assim que eles pensam). Nós, brasileiros, achamos normal justificar atrasos e o não cumprimento de uma regra. Para eles não há justificativa. A regra não foi cumprida e você deve arcar com as consequências. Isso é uma das explicações para o fato de ninguém ter tentado defender ou ajudar você. A outra é que, como você também disse no vídeo, as pessoas são mais individualistas, ninguém mete o nariz onde não é chamado (o que significa ser menos solidário também).

    Europeus não são sul-americanos. Ambas as culturas têm coisas maravilhosas e horrorosas. O importante, acho eu, é entender como o outro pensa e se comporta e não julgá-lo a partir de nossa cultura porque às vezes somos injustos.

    Interessantíssima a conversa e simpaticíssimas as duas: você e a Cris! Parabéns pelo blog e boa sorte no novo trabalho!

    Curtir

    • pammiksch 17 de julho de 2015 / 10:23

      Oi Glaucia!!
      Muito obrigada pela visita aqui no blog e pelo comentário!
      Eu penso exatamente como você!
      Sabe, eu já até disse pra Cris que às vezes acho que o título do vídeo foi um pouco infeliz, porque o fato que eu contei do metrô, em nenhum momento denominei como um evento racista vivenciado por mim por aqui. Como eu disse bem no começo do vídeo, eu realmente nao deixo que essas coisas atrapalhem minha vida e queria dar apenas um ” alívio” para as pessoas que por um acaso tivessem esse receio de vir pra cá com medo de serem vítimas de preconceito.
      O caso do metrô foi apenas para simbolizar uma situacão desagradável, onde até pelo fato de ter apenas 4 meses de Alemanha na época eu me senti de certa forma exposta por conta da minha cor.
      Muitas pessoas tentam justificar o acontecido como você fez, e eu entendo perfeitamente, afinal eu não colocaria um erro meu em evidência na internet de forma leviana. Em nenhum momento eu disse que o que fiz foi o correto, mas preciso frisar mais um vez que nao houve má fá de minha parte, já que eu tentei comprar o bilhete DENTRO do metrô e nao consegui, tentando em seguida desembarcar do mesmo justamente pelo medo de ser multada e foi no ato do desembarque que eles entraram no veículo e nao controlaram mais ninguém num percurso de quase 20 minutos.
      O meu problema nao foi de forma nenhum ser controlada, ou multada ou etc, mas sim ser a única .
      E sim isso foi errado, porque a empresa reconheceu que houve exagero por parte deles .
      Nao que eu precise justificar nada , mas é só porque essas ponderacões e generalizações entre alemães e brasileiros onde uns sao corretíssimos e outros só querem ser espertalhões ás vezes são um pouco cansativas.
      Naquela época eu confesso que até cheguei a pensar dessa forma que você sugeriu, mas na época do vídeo nao mais, pois já havia mais de um ano que isso tinha acontecido e hoje quase dois anos depois menos ainda, até mesmo porque desde essa época eu compro o bilhete mensal, então nao tem risco nenhum de algo acontecer! Hahahahah
      De toda forma foi um aprendizado, uma lição que a gente às vezes aprende de uma forma nem sempre bacana, mas que também nao pode deturpar a nossa visão das pessoas ou do local que vivemos, porque as diferenças estão em todos lugares e nos mínimos detalhes, só temos que procurar a melhor maneira de nos adapatar à elas!
      O principal foco do vídeo foi justamente esse e eu fico de verdade muito feliz que você tenha gostado!
      No momento tô até parada com o blog e etc justamente porque o trabalho tá arrancando meu couro, mas em breve voltarei com coisinhas novas e adoraria te ver por aqui de novo!
      Um beijo bem grande e cheio de carinho! ❤

      Pam

      Curtir

  11. Carol 20 de julho de 2015 / 16:40

    Faz tempo que não passo por aqui e estou radiante em saber que está trabalhando!! E a música não poderia ser melhor!! Trabalhar num parque deve ser incrível! Cheio de gente feliz! A nosso vida já é uma montanha russa, né! Boa sorte, que você se divirta muito nesse emprego e que curta muito o seu dinheiro!! 🙂 Beijão Pam!!!

    Curtir

    • pammiksch 3 de agosto de 2015 / 20:27

      Oi Carol!
      Muito obrigada, amora!!
      Espero ter em breve mais uma graninha pra ir pras suas terras novamente e marcar de tomarmos aquele caf=e em Amsterdam!
      Beijo grande!

      Curtir

  12. Clayci 26 de julho de 2015 / 20:07

    Parabéns pela conquista =D Agora é só sucesso

    Curtir

    • pammiksch 3 de agosto de 2015 / 20:40

      Muito obrigada, Clayci, sua linda!
      Pois é at´por conta disso que tive que me ausentar da vida da internet por um tempinho, pelo amenos até conseguir me organizar!
      O que ainda nao aconteceu, mas tô arrumando umas brechinhas pra cuidar aqui do blog e também visitar os blogs amigos, o seu inclusive que eu com certeza devo ter perdido um monte de novidade! TT
      Um beijo grande pra você! ❤

      Curtir

Fala que eu te escuto ( e respondo também)!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s