Janelas caídas, chegadas e partidas

Meu último post foi em julho* shame on you,Pamela* e durante um ano de blog eu fiquei algumas vezes sem postar, mas nunca por uma razão literalmente tão forte que tenha (literalmente de novo) me tirado do ar por tanto tempo.

Esse blog não tem nenhum outro intuito além de ser um espaço meu, onde eu possa compartilhar coisas que eu sinto, que gosto ( ou não) e principalmente ter contato com pessoas lindas que param um tempinho pra dar uma passadinha aqui e ver o que eu ando aprontando.

Por isso mesmo eu acho importante fazer posts como esse, explicando o porquê do meu sumiço  esperando que vocês possam perdoar essa pequena pessoa que tenta de verdade trazer sempre um conteúdo bacana, palavras sinceras e altas doses de peraltice pra esse humilde blog.

Falando em peraltice, eu sou desastrada pra caramba, do tipo que enfia escova de dentes no olho durante a escovação, entre outras coisas.

Mas a minha mais recente desventura foi algo que nem alguém que constantemente tropeça no próprio pé poderia imaginar.

Faltavam duas semanas para nossa viagem para o Brasil na época, era finalzinho de julho e uma época de muito calor aqui em Bonn.

Eu acordei desesperada por conta de um pesadelo que eu tive onde os meus dentes caíam no buffet do restaurante onde eu trabalhava ( calma que eu vou chegar lá) e a minha chefe brigava muito comigo por conta disso e eu começava a chorar.

Ainda meio perturbada pelo sonho e pelo calor, fiz o que resta fazer nessa Alemanha geralmente fria em dias de calor: arejar a casa.

Abri a porta da cozinha, a janela da sala e finalmente fui abrir a enorme janela que temos no quarto e…

E ela caiu bem na minha cara. Eu falei no começo que a razão era forte, então segura esse forninho comigo!

Quarenta quilos desabando de quase três metros de altura bem no meio da cara da pessoa antes mesmo das oito da manhã.

Não senti dor na hora, só me lembro de um vontade louca de sair correndo e  gritando porque eu não sentia nada no rosto e achei até que boa parte dele jazia no chão.Ou pior, achei que meus dentes tinham caído pelo quarto e já tava chorando achando que tinha sido uma premonição muito da sem graça.

Fique me sentindo como? hahahahaha
Fiquei me sentindo como? hahahahaha

Mas a boca não abria, o corpo não obedeceu por alguns segundos e eu só pensava que não poderia desmaiar antes de pedir ajuda.

Corri pro banheiro pra pedir ajuda ao marido, que coitado, saiu todo molhado do banho, ligou pra ambulância, tentou limpar o máximo de sangue que pôde e quase saiu de cueca pro hospital quando a ambulância veio.

O resultado foram seis pontos no nariz, vários palitos de madeira enormes enfiados constantemente no mesmo para verificar alguma fratura ( e ainda bem que não quebrou), muito tampão nasal pra estancar o sangramento e um coágulo no ouvido que me deixou um pouquinho mais surda do que eu já era.

Um fato que eu não consigo deixar de pensar é o no quanto eu resmunguei no dia anterior sobre não querer trabalhar, porque já tava cansada do pouco caso dos meus chefes não só em relacão á mim, mas com todos os meus colegas e eu inclusive já planejava me demitir quando fosse entrar de férias.

Engraçado como os nossos pensamentos e palavras realmente têm poder, não é?

Deste então tomo mais cuidado com as coisas que eu posso atrair pra mim e procuro mentalizar coisas boas.

Tento por exemplo imaginar todos os dias  que tudo que eu como não vai me engordar e que ao invés de janelas caírão apenas livros, doces e gatinhos fofinhos em cima de mim.

Bom, logo depois desta confusão toda com janela, senhorio que quase nos deixou ” desjanelados” após o ocorrido e demissao do trabalho , nós finalmente viajamos para a terrinha.

Vocês logo vão acompanhar tudo que eu fiz por lá nos futuros posts e eu garanto que teve bastante coisa bacana!

Por enquanto vim apenas dizer um oi bem grande pra vocês, agradecer por terem me esperado e dar um Willkommen para as muitas carinhas novas que vieram durante este período.

Me desculpem de verdade a ausência, àqueles que me escrevem no Contato ou que comentaram os posts durante este período de hiato, mas todos serão respondidos com todo carinho e atenção, viu?

Foi muito bom ir pra casa no Brasil, muito bom voltar pra casa da Alemanha, mas melhor ainda é voltar pra essa casinha aqui do blog e perceber que cada dia mais ela contribui para minha felicidade nesse mundão!

* Não coloquei fotos do meu nariz arrebentado por motivos de: ninguém merece! Mas nas próximas postagens com fotos vocês vão reparar que tem um cicatriz marota no meio dessa carinha de bolacha! hahahahah

* Agora o blog tem fanpage pra que a gente possa ficar ainda mais juntinho! Dá um like na Panela e vem se divertir ainda mais comigo!

Anúncios

25 comentários sobre “Janelas caídas, chegadas e partidas

  1. Joana Félix 10 de outubro de 2014 / 19:40

    Oww Pamela! Sinto muito pelo que te aconteceu….mas estou imensamente feliz por te ter de volta… 😀 Estou aguardando as próximas novidades…beijinhoooossss

    Curtir

    • pammiksch 10 de outubro de 2014 / 20:00

      Pois é Joana, foi um período de queda, literalmente! hahahahahahaHoje ainda fui ao médico examinar o ouvido, aparentemente tá tudo bem, só ficou a cicatriz chata no nariz mesmo!Vamos ter muitas novidades com certeza e agora você pode entrar em contato direto comigo através da fanpage no Facebook, viu?Qualquer sugestão, dúvida, fique a vontade, porque a casa é sua também!Um beijão ❤

      Curtir

  2. Silvia 10 de outubro de 2014 / 19:44

    Caramba Pamela!!! Que bom que vc já está bem!! Cuidado com essas janelas!!! 😛
    Beijos!

    Curtir

  3. Paula Oliveira 10 de outubro de 2014 / 20:27

    Dó eterno dessa minha amora mais linda.
    Esse blog faz muita falta.
    Love ya

    Curtir

    • pammiksch 12 de outubro de 2014 / 21:03

      Ai, Paulinha!
      Você viu como eu fiquei né?
      Brigada por todo apoio sempre!
      Love u more! ❤

      Curtir

  4. mulhervitrola 10 de outubro de 2014 / 20:32

    Só de ler o relato fiquei nervosa, mesmo vc já tendo me contado antes, haha! Ai que agonia, Pam! Ainda bem que deu tudo certo, que não foi nada mais grave… poxa vida.

    Fiquei triste de não poder ter ido te ver, queria tanto… mas como bem define esse post, a gente não escolhe muito as coisas, né? Elas simplesmente acontecem.

    Um beijo,
    Re

    Curtir

    • pammiksch 12 de outubro de 2014 / 21:07

      Na próxima a gente vai se ver muitão!
      O importante é que mesmo longe, a gente permanece unidas!!
      Conta comigo semmpre!
      Um beijão ❤

      Curtir

  5. Camila Oliveira 10 de outubro de 2014 / 20:48

    Eu já sabia da história e ainda assim isso me deixou aflita quando li, uma agonia, mas tudo já passou, tu tá bem e isso que importa.
    Agora o que me deixou boladona, é que falamos que iamos tirar foto, e cadê? esquecemoooos, volta pra cá, só pra registrarmos esse momento!

    Eu amei te ver e espero que o tempo passe rapidão para isso acontecer novamente.

    Beijos <33

    Curtir

    • pammiksch 12 de outubro de 2014 / 21:08

      E olha que eu falei pra gente tirar foto um monte de vezes, mas o papo tava tão gostoso né?
      Detalhe: Comi as balinhas que você me deu antes de chegar em casa! hahahaha
      Nao aguentei! =P
      Logo, logo se Deus quiser estaremos juntas de novo!
      Um beijo enorme mi Camis!

      Curtir

  6. deborasmlima 10 de outubro de 2014 / 21:00

    Que bom que você voltou! Imagino a situação de desespero do seu marido no momento de te socorrer, coitado!

    Boa sorte e fica bem!

    Beijos!

    DebbieM.

    Curtir

    • pammiksch 12 de outubro de 2014 / 21:12

      Muito obrigada Debbie!
      Foi um baita susto mesmo, mas agora tá tudo bem!!
      Só resta esta cicatriz danada no meio da cara, mas vai sair! hahahahah
      Um super beijo! ❤

      Curtir

  7. Carol 10 de outubro de 2014 / 21:14

    Eeeeeeee! Finalmente de volta!

    O susto passou e agora vamos focar no pensamento positivo!
    A cicatriz sai sozinha com o tempo ou os produtinhos vão te ajudar a retirar, caso queira!

    bjo de algodão doce #felicidadeespecial

    Curtir

    • pammiksch 12 de outubro de 2014 / 21:13

      Carol, tô quase deixando ela aqui só pra tirar onda! Hahahahah
      Brigada por todo apoio sempre!
      Um beijo de algodao doce lilás #capaderegote Hahahahha

      Curtir

  8. Lua Virada 11 de outubro de 2014 / 0:59

    Nossa, Pamela! Que agonia eu senti lendo essa história! Sinto muito pelo acidente, mas estou feliz em saber que você já superou, que nada de mais grave aconteceu e que você está de volta à blogosfera!
    Beijos e muita energia positiva pra você! ❤
    Lidia.

    Curtir

    • pammiksch 12 de outubro de 2014 / 21:15

      Muito obrigada, Lidia!
      Aos poucos vou tentar me inteirar sobre tudo que eu perdi na blogosfera nesse tempo!
      Espero que esteja tudo bem por aí também!
      Um beijo enorme pra você! ❤

      Curtir

  9. zoovox 11 de outubro de 2014 / 19:00

    Pam que saudades suas !!!!!que bom que vc está de volta agora se cuida viu, acho que deveriamos criar uma serie, desventuras das Brasileiras na Alemanha, gloria perez, silvio de abreu etc iam pirar.

    Curtir

    • pammiksch 12 de outubro de 2014 / 21:16

      Poxa, já pensou?
      Faria inveja até naqueles filmes de ação indianos que os caras param o carro com a mão e saem dancãndo! Hahahahaha
      Também testava morrendo de saudades!
      Vou passar lá no blog pra ver as delícias que eu perdi nesse tempinho!
      Um beijão! ❤

      Curtido por 1 pessoa

  10. Bah 14 de outubro de 2014 / 21:00

    Minha nossa! Vc eh praticamente um rinoceronte numa loja de cristal rs… Se cuida! Que bom que está de volta.

    K!

    Curtir

    • pammiksch 14 de outubro de 2014 / 22:14

      Bem isso mesmo, Bah!
      hahahahahaha
      Adorei essa definição!
      Beijo grande! ❤

      Curtir

  11. Ana 26 de outubro de 2014 / 20:39

    Poxa, deu um nervoso de novo ao ler o texto, mesmo conhecendo a história. Impressionante como tu consegue contar as coisas sempre com esse bom humor. Você é demais mesmo! Ainda bem que tudo não passou de um grande susto e nada mais grava aconteceu contigo. Gott sei Dank! Bom ter você de volta aqui, coração! Escreve mais pra me fazer sorrir?! beijos

    Curtir

    • pammiksch 28 de outubro de 2014 / 13:17

      Tô tentando voltar amiga, mas tá difícil conciliar o computador com o marido! hahahahaha
      Vou te fazer sorrir sempre! prometo!
      Logo virão mais trapalhadas no blog, mas sem janelas eu espero! hahaha

      Beijos, minha lyndra!

      Curtir

Fala que eu te escuto ( e respondo também)!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s