Só um post desnecessariamente necessário

Prússia  -parte do Império alemão onde hoje fica a Polônia / Rússia 

 

Eles ( os russos) chegaram muito rápido. Mataram, estupraram e torturaram todos que encontraram.

Eles queriam devolver tudo o que haviam sofrido nas mãos dos alemães, não que tivesse sido minha culpa ou de qualquer um daqueles que eu conhecia, mas era assim que funcionava.

Eu, minha mãe, meu pai e meu irmãozinho recém nascido conseguimos fugir.

A única rota que nos restava era atravessar o mar Báltico, que não sei dizer se por sorte ou azar estava congelado.

Foi difícil. O frio, o medo, o perigo de cair em qualquer lugar onde o gelo fosse mais fino e claro, eles.

Continuavam nos perseguindo, atirando  lá do alto e trazendo cada vez mais morte para nossa vistas.

Foram mais de 800 quilômetros percorridos a pé por mim e minha família, mas nós conseguimos chegar até Kiel, no norte da Alemanha.

 

Não havia lugar para nenhum de nós.

Milhares e milhares de pessoas chegavam a todo momento, todas na mesma situação.

Nosso único refúgio foi um Campo de concentração, devido à escassez de abrigos.

Tudo do céu à terra era sujo.

A água era ruim , mas pelo menos não morreríamos de sede.

Com o tempo a água passou de ruim a intragável, estava contaminada. E aí eu descobri que tinha febre tifóide.

Achei que morreria ali sem água ou comida, porque a única coisa que tínhamos eram cascas de batatas e mesmo assim  racionadas ao máximo.

Meu irmãozinho Hans também teve… e morreu.

A guerra destruiu tudo que eu tinha, tudo que conhecia e destruiu inclusive qualquer sonho que eu pudesse ter um dia.

Não houve juventude para mim, como para ninguém que tenha visto tudo o que eu vi.

Os mortos, a fome, a doença, o ódio…

As vezes ainda tenho sonhos com isso.

É algo que nunca me deixa, por mais que eu tente.

Eu sonho com o céu cinza, o gelo e o Hans…

Aí acordo e choro…

 

– W, 85 anos

 

Esse é o depoimento adaptado da avó do Limão, que me contou um pouco do que viveu na II Guerra Mundial.

Poderia escrever um post enorme com vários motivos pra que as pessoas parem de brincar com isso, mas deixo apenas esse depoimento de alguém que agora faz parte da minha família e viveu de perto esse terror.

Nazismo, holocausto,  esses não são de forma alguma gancho pra fazer piada.

É  desrespeitoso, bizarro, além extremamente bestial e desumano.

Eu torci pelos dois países e fiquei realmente com meu coração dividido,  pois o Brasil representa tudo que eu sou, de onde eu vim, onde eu cresci, a minha casa.

O outro, a Alemanha ,é o que eu escolhi pra mim e onde meu coração me trouxe, a minha nova casa.

Fui criticada por isso e minha situação piorou quando a Alemanha ganhou.

E ganhou, porque mereceu e o Brasil perdeu, porque não fez por onde.

No entanto tenho certeza que isso vai de alguma forma melhorar a situação do futebol no país, pois o mundo inteiro viu que arrogância não leva nem mesmo o time favorito e dono da casa a lugar nenhum.

Que haja mais respeito por parte de nós brasileiros para com as outras nacionalidades.

Nos julgamos tão patriotas e defendemos tanto o nosso país, mas não pensamos duas vezes antes de insultar ou ridicularizar outra nação.

As pessoas aqui estão atônitas com esse resultado e foi possível ver ontem em campo e hoje aqui ao vivo que eles se sentiram constrangidos com o resultado.

Como eu disse no post passado, as pessoas aqui realmente amam o Brasil, de verdade.

E acho que eles esperavam ver pelo menos um pinguinho da raça e da mágica que sempre admiraram aparecer no jogo de ontem.

Porém esperaram, esperamos e nada aconteceu… aliás, aconteceu sim, sete vezes, mas do lado oposto.

Se existe alguma lição pra aprender com tudo isso, Brasil, é que quando algo ruim acontece, a melhor saída é se fortalecer, procurar melhorar e fazer tudo diferente.

Futebol não é e nem deveria ser o maior orgulho da nação, ao contrário, a melhor coisa do país são os brasileiros e  ainda temos muita coisa pra conquistar!

 

O resto é vida que segue!

 

 

 

 

 

Anúncios

5 comentários sobre “Só um post desnecessariamente necessário

  1. Camila Oliveira 9 de julho de 2014 / 21:47

    Você me mostrou isso e um cisco caiu do meu olho. Foi como eu te disse, eu não nunca tive interesse em saber nada dessa época, mas agora depois dessas comparações toscas de nazismo com o ganho da Alemanha do jogo ontem fui obrigada a ler.
    É triste ver um país que é idealizado somente pelo futebol, o Brasil tem tanta coisa boa, tem corrupção também, tem de tudo e também não é só um país de bolas e traves, li em outro blog que aqui também tem uma seleção de vôlei que dá um show e é verdade, eu vivo torcendo por eles e elas, só que não há tanto reconhecimento assim. Também tem uma outra matéria dizendo que “ninguém disse aos jogadores que um time tinha que perder”, eles ficaram tão abismados com o segundo gol que pareceram entregar o jogo, e se perderam, não vou dizer que os outros jogadores que estavam fazendo parte da Copa não fizeram falta, claro que fizeram e acabaram desestabilizando a equipe, mas quem estava em campo poderia ter dado o seu melhor. Quanto aos torcedores, foi triste ver na TV que teve briga entre torcedores em Copacabana, eu espero que não haja mais confusão.

    E que aqueles que fizeram graça com os acontecimentos passados tomem consciência do que se trata.

    Beijos Pam! ❤

    Curtir

    • pammiksch 17 de julho de 2014 / 14:28

      Eu esperava nunca ter que escrever sobre essa coisa tao triste desse modo, Cá!
      Mas chegou a hora e eu tentei usar algo de certa forma pessoal pra conscientizar as pessoas de que, pasme fazer piada com guerra entre outros assuntos ainda piores no era legal!
      Nós sempre fomos os melhores, mas no somos já faz tempo, só que ainda nao nos acostumamos por isso. O que nao pode é continuar levando futebol pro lado pessoal e brigar e odiar outra pessoa que nao concorde com o que você acredita!
      respeito dentro e fora de campo!
      E bola pra frente na vida!
      Brigada pelo apoio, amiga!
      Um beijo beeem grande!

      Curtir

  2. Silvia Lira 9 de julho de 2014 / 22:25

    “E ganhou, porque mereceu e o Brasil perdeu, porque não fez por onde.” Esse é o resumo da ópera!
    Os brasileiros enlouqueceram porque, infelizmente, a maioria vive de pão e circo e acabou o espetáculo! Eu sigo torcendo pela Alemanha porque que é um país que eu adimiro muito e tem a camisa mais bonita da copa!!! 😀

    Curtir

  3. Claudia Santana 11 de julho de 2014 / 12:36

    Pam adoro seus textos, muito comovente este relato da vó do joao!
    E voce tem razao em tudo que disse! Beijao
    Clau =)

    Curtir

Fala que eu te escuto ( e respondo também)!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s